terça-feira, 21 de agosto de 2007

A DANÇA

Andavam no canteiro central da avenida quando ele a convidou para um dança. Dançaram lá mesmo, debaixo da placa de retorno. Ela interrompeu:
- Pare.
- O que foi?
- Não me desça.
- Eu não vou te soltar.
- Não quero fazer este passo.
- Confie em mim.
- Você pode me largar...
- Eu não quero.
- Preciso dos meus pés no chão. Me solte!
- Tem certeza?
- Não quero ir tão longe com esta dança.
Afastaram-se e atravessaram a rua, sem comentar o episódio. Despediram-se sem saber que aquela seria a última vez.

2 comentários:

Luciano disse...

Medrosa!!!!

Gabriella Mancini disse...

Oi, Pri, "amiga da Iris", hehe. Aqui é a Gabi, "amiga da Iris", que tá querendo virar "amiga da Pri" também. Acabei de ler alguns textos do seu blog - quero ler mais, qdo o tempo e a calma permitam - e gostei muito do seu estilo. É o tipo de texto que gosto, emocionante sem melodrama, simples e que diz muito em poucas palavras. Nada rocambolesco. Acho que vamos formar uma boa dupla. Estou em Belo Horizonte, qdo chegar te ligo para combinarmos de encontrar e conversar sobre tudo o q vc conta no email. Bjos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...