terça-feira, 24 de agosto de 2010

BEIJO DE CONCRETO




a lua eu não alcanço da janela. moro baixo. nem sonhar com minhas bolhas de sabão, transportando doces recadinhos, eu exalo mais. os suspiros tropeçaram na última lágrima. e não mais sangram. secaram a queda. escapei do quadro azul com flores, que toca palavra suave e bongô. os números de telefone do passado se espremem dentro de curtos finais de semana. o passado foi há dois dias. na minha janela, outras janelas. nos meus pés, meias. e outros pés. ao meu lado, um chá que derruba. na minha cabeça, um vento agressivo e algum abraço forte. a garganta teme a volta do silêncio.

9 comentários:

Caroline Apple disse...

Mulher... tu é artista mermo!! ehehe

RS disse...

Ah, você não muda mesmos: sempre maravilhosa.

bjs

Manuel disse...

lindo(a)! hehe

Lico! disse...

linda!

paulopaniago disse...

posso fazer sugestão? (perguntou ele, retoricamente, porque ia fazer mesmo...) você pode muito bem usar "os suspiros tropeçaram na última lágrima" como título do livro. porque, sinceramente, você tem que publicar livro. aliás, a pergunta é: já tem livro publicado?

Priscila Nicolielo disse...

ténquis!
paulo, não tenho... quem sabe nas férias... ;)

Priscila Nicolielo disse...

ténquis!
paulo, não tenho... quem sabe nas férias... ;)

lila disse...

ô, pri...que delícia! n faz assim, tô de tpm, poxa...
; )

Priscila Nicolielo disse...

chora, nenê... rs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...