segunda-feira, 25 de março de 2013

SÓ O (MEU) AMOR ME IMPORTA



   Não conto história alheia não, moça. Só sei desenhar as minhas. Só traduzo o que sofri. Só revivo o que sinto, como quando o meu coração desmontou de tão aguado. De tão abatido. Coração fraco. Você me pede que agrupe palavras para narrar o seu amor, mas eu não sei fazer isso não. Ignoro amores além da janela. Esnobo seus ruídos. Amores tontinhos. Só me interessam os corpos que alcancei e os olhares que perdi. Só há beleza quando sobro. Só há palavras quando meus sonhos se despedem de mim. Ou desaparecem sem telefonema, sem post-it na geladeira. A sua história não comove a minha vontade de popular telas em branco, moça. As suas lágrimas sou incapaz de escutar. Meu caderno é egoísta demais para abrigar amores que não me pertencem. Não me odeie não, moça. Mas é que ultimamente a falta dele tomou conta de todas as minhas páginas. E enquanto meus livros deixam de cheirar a livros, porque cheiram a dias com ele, eu não posso falar de você. Só posso rabiscar por mim. Tentar decifrar o que querem as borrachas, que passam à força por cima das minhas paixões, me obrigando a apagar o que vivo e que está bom. A mentir que não me importo. Que não gosto. Gastando dias inteiros com lembranças. Escondendo carências. Por isso, moça, me entenda. Seu romance é livro na estante. E essa minha tristeza, a única coisa na cabeceira.  

11 comentários:

Caramelo, chocolate disse...

Uau! Tradução perfeita da ausência. Parabéns por outro texto excelente! ;)

priscila nicolielo disse...

Da ausência e do "umbiguismo"! Rs

Thamy Silvia disse...

Eu não posso escrever de você só de mim, moça.

Egoismo rsrsrs

MAs lindo como sempre.
Quando sentimos falta de alguém, é quase que impossível não ver nada além da ausência dele.

Amei.

priscila nicolielo disse...

sim. saudade dá umbiguismo.
que bom que gostou!
beijosss

Rodrigo V. disse...

"Gastando dias inteiros com lembranças. Escondendo carências". Tu é foda, Priscila.

priscila nicolielo disse...

<3

Cleiton disse...

Parabéns! Já não é de hoje que lia seus textos e, agora, é mais evidente essa história forte escrita em poucas palavras. ;)

priscila nicolielo disse...

Olha só, já lia e nunca comentou? rsrsrs
apareça mais por aqui. ;)
bjs

Cléo disse...

é lindo! e tem a ver com a gente sim...

priscila nicolielo disse...

<3 oba!

Laila S. disse...

É exatamente assim.A nossa saudade ,nossos sentimentos são tão intensos que vivemos imersas neles.Amei o texto!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...