terça-feira, 20 de abril de 2010

O TEMPO COMO ALIADO...

*

o tempo como aliado. foi minha única saída. uma estrada calma, luz amarela e um vento que visita pra refrescar. prefiro ter deficiências que travam meu pescoço. gosto de não ter olhos nas costas. hoje sou a decisão que tomei. mas quando olho para ela. pro fundo dos olhos dela. e em seguida espio o meu passado em uma revista... penso que nada será tão intenso. pessimismo tolo.

*

5 comentários:

disse...

eu adoro o jeito que vc escreve...

(já disse isso?)

Joana disse...

Priscila,

gostei do texto. Gostei mais ainda do "O que faz a gente continuar". Eu me identifiquei com as tuas palavras. Muitas coisas me emperram, mas "problema do coitado". =)

posso copiar a descrição do "cuidado- frágil"? haha. EU ADOREI.

beijos

Priscila Nicolielo disse...

não, tchu, é a primeira vez! :P

Olá, joana, fique a vontade. vou ler o seu tb. beijos.
aliás, eu acho que todo mundo deveria por o "cuidado frágil" em seus blogs! vou fazer uma campanha! rs

Edson Bueno de Camargo disse...

Esta porosa curta, que lembra mais a poesia, mas não, e ao mesmo tempo muito poético. mais que uma tendência é uma forma gostosa de escrever, e principalmente algo agradável para ler.

Priscila Nicolielo disse...

Obrigada, Edson. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...