quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

PARA UMA AMIGA ATRIZ


Não espere cores de olhares devolvidos

Não busque flores em carinhos dispensados

A música finca a flecha no inesperado


Não procure


O cinza

você mesma aquarela

Recolhe a poeira

e despeja

no vazio

do choro mudo


Não procure


3 comentários:

Anônimo disse...

Linda! Que venha o inesperado. Obrigada. Você sabe de quem.

Pollyana Barbarella disse...

Que lindo!!!

Dannilo, o + lindo daqui! disse...

Nicolieloooooooo, obrigado pelaa poesiaa.. tenho certeza q foi pra mim!!jhahahah =D

Saudades do seu vudu.. ainda o tem aí??

PS: eram esses tipos de desejoss sim!haha Obrigado por visitar meu blog.. pq nem eu tenho feito isso, tadinho!hahaha

Saudades loira ruiva..

Beijossss!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...